"Exercício do Amor"

Andei por vales e montes,
Em busca do meu Senhor,
Porque Ele se esconde,
No segredo do amor.
 
Já não tenho outro ofício,
Nem outra ocupação,
Só amar o exercício,
Viver em contemplação.
 
Das aves a melodia,
Não parei para escutar,
Nem da lua a magia,
Me detive a contemplar.
 
Buscando, pois, as pegadas,
Do meu amado Senhor,
Viver atenta, aplicada,
À solidão do Amor.
 
Ir. Maria Antônia de Alencar, OIC