"Desde a Aurora"

Desde a aurora eu te busco meu Deus,
Desde a aurora eu te canto louvor,
Desde a aurora os clamores meus,
Se elevam a Ti, meu Senhor.
 
Desde a aurora a minha oração,
Qual insenso de casto odor,
Se explode do meu coração,
Exaltando teu nome Senhor.
 
Desde a aurora, gentil madrugada,
Minha prece se eleva, Senhor.
Por teu povo, na fé irmanada,
No batismo, no Pai Criador.
 
Desde a aurora bem antes da aurora,
Estender o seu manto, Senhor,
Eu abraço teu povo que chora,
Solidária na prece e na dor.
 
Desde a aurora estou reunida,
À Igreja que reza Senhor.
Implorando a paz e a vida,
Para os povos sem Deus, sem amor.
 
Desde a aurora minha alma cobiça,
Os teus prados celestes Senhor,
Onde reinam a paz a justiça,
Onde reina o eterno louvor.
 
Ir. Maria Antônia de Alencar, OIC