"Nas Asas da Poesia"

Nas asas da poesia
Eu quero Deus encontrar,
Na altitude dos céus,
Nas profundezas do mar.
 
Nas asas da poesia
Eu quero então penetrar,
No mistério do universo,
Nos astros soltos no ar.
 
Nas asas da poesia
Eu quero adorar então,
O Mistério Trinitário,
Dentro do meu coração.
 
Nas asas da poesia
Eu quero pois escutar,
A bela canção das flores,
A bela canção do mar.
 
Nas asas da poesia
Se expande meu coração,
Diante das maravilhas,
Do autor da criação.
 
Nas asas da poesia
Eu quero Deus contemplar,
Nas forças da natureza,
Na borboleta a voar.
 
Nas asas da poesia
Encontro Deus no irmão,
No raio de sol que morre,
No vermezinho do chão.
 
Nas asas da poesia
Vejo Deus na criação,
No sopro da madrugada,
Na gota que cai no chão.
 
À Rainha da poesia,
Eu venho agradecer,
A fecunda inspiração,
Que acabo de receber.
 
Ir. Maria Antônia de Alencar, OIC