Um mundo novo para o homem High-Tech - José Eduardo Moura

Falar com alguém em outro continente virou brincadeira de criança

Desde os mais remotos tempos, nossos antepassados já buscavam meios para romper as barreiras que poderiam dificultar a comunicação entre eles.

As distâncias entre as pessoas e as dificuldades para se encontrar os meios para estabelecer um contato ou transferir o conhecimento sempre foi um desafio. Mesmo assim, no tempo no qual ainda não se conhecia o papel, o homem deixava registrado nas paredes das cavernas suas experiências. Em outros tempos, numa época em que jamais poderíamos imaginar um mundo conectado através de fibras óticas ou sistemas “wireless”, outros venciam as distâncias, enviando mensagens codificadas por meio de intervalos com fumaça...

Os tempos mudaram, a evolução acontece a cada instante; vieram os telégrafos, o telefone, o telex, o fac-símile... Falar com alguém em um outro continente via satélite se transformou em “brincadeira de criança” do século XXI. No instante em que estamos lendo este artigo milhares de informações cruzam o espaço cibernético: mensagens de namorados, transações comerciais, noticias, e-mails, entre outros, a uma velocidade impressionante.

Dos idos tempos em que o homem queria apenas registrar sua presença no mundo por meio de desenhos e escritas rudimentares, atualmente, através dos meios cibernéticos, estamos capacitados a marcar nossa presença, ainda que de maneira virtual, em museus, lugares paradisíacos e até mesmo no espaço sideral. Pois já é possível conhecer os anéis de saturno, visitar as paisagens de Marte ou acompanhar a formação de novas galáxias...

Na velocidade em que as mudanças ocorrem, não sabemos se o sistema de comunicação, que estamos usando agora, será tão tecnologicamente evoluído quanto ao que usaremos amanhã. Com certeza, facilmente nos adaptaremos aos novos dispositivos, desde que estes nos dêem mais poder de agilidade e interatividade.

Nosso aparelho celular que, há pouco tempo, era utilizado apenas como um telefone móvel, hoje, recebe e envia mensagens, filma, fotografa, além de servir como receptor de televisão em alta definição... Tudo isso cabendo na palma da mão.

Para o mais simples dos mortais, tornou-se inconcebível viver num mundo sem a praticidade oferecida pela tecnologia.

Hoje, os meios de comunicação utilizados por nossos pais e avós para se manter informados – rádio, televisão e mídia escrita – se entrelaçam numa simbiose, compromissados em levar de maneira cada vez mais rápida o conhecimento e estabelecer a interatividade entre as pessoas. Dessa maneira, cabe a cada um de nós – homem e sistema tecnológico de comunicação – aliados ao compromisso do anúncio da verdade, tirar proveito dessa oportunidade, criando condições para que seja estabelecido, cada vez mais, um mundo novo para um homem novo.

Um abraço,


José Eduardo Moura
site: www.dadomoura.com
e-mail: webenglish@cancaonova.com
Missionário da Comunidade Canção Nova, trabalhando atualmente na Fundação João Paulo II no Portal Canção Nova.

Publicação autorizada para o site - www.mosteiroimaculadaconceicao.org.br 
Santuário de Nossa Senhora da Medalha Milagrosa - Uberaba/MG.