MEDALHA MILAGROSA

                                                 Dom Benedicto de Ulhoa Vieira
                            Arcebispo Emérito da Arquidiocese de Uberaba/MG.
                          Membro da Academia de Letras do Triângulo Mineiro

O Santuário da Medalha Milagrosa, tão querido dos Uberabenses, vai receber brevemente nova imagem. Foi adquirida pelas ofertas dos vários devotos, conforme consta do livreto em que deixaram suas assinaturas os que colaboraram para esta aquisição. É a imagem de Santa Catarina Labouré, a vidente a quem Nossa Senhora apareceu. Foi a esta filha espiritual de São Vicente de Paulo que a Mãe de Deus pediu, em 1830, que fizesse cunhar a chamada Medalha Milagrosa, como comumente é designada. Foram três aparições de Nossa Senhora. Todas muito semelhantes.
 
A vidente descreve a aparição: "A Santíssima Virgem estava de pé sobre um globo e sua face era de beleza indescritível. Seus dedos estavam cobertos com pedras preciosas cujo brilho me ofuscava".
 
Em volta da Virgem Santíssima formou-se uma moldura oval onde se lia em letras douradas: "Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós".
 
Aí a Virgem mandou que se cunhasse uma medalha, conforme a aparição. A face anterior da medalha mostra Nossa Senhora de pé esmagando a cabeça da serpente. Os raios que saem das mãos da Virgem são o símbolo das graças que Ela deseja esparzir sobre os que a invocam e usam sua medalha. No verso da medalha vem gravado o M de Maria e a expressiva imagem de dois corações.
 
A riqueza de bênçãos e graças que a Santíssima Virgem Maria faz chover sobre os que lhe prestam culto, é comprovada pelo testemunho dos que recorrem a Ela com confiança filial e são atendidos.
 
A festa anual da Medalha é tão participada aqui em Uberaba que se torna impossível contar quantas pessoas participam. São nove missas que se sucedem desde as seis da madrugada. O número de confissões fica difícil calcular. Os que enchem o templo na participação das Missas é impossível saber. O que consola nesta festa de 27 de novembro, dia em que Catarina recebeu a visita da Virgem Santíssima, é constatar a confiança do povo em Nossa Senhora e a devoção dos cristãos católicos que sabem o poder intercessor da Mãe de Deus sobre o coração do seu divino Filho. Repete-se aqui, no Santuário da Medalha o que o Evangelho nos narra sobre a Virgem Santíssima nas bodas de Caná: pede a Jesus e é atendida. Por isto a confiança filial dos fiéis na Mãe de Deus que é, querida e festejada, nesta cidade.

Publicação autorizada para o site - www.mosteiroimaculadaconceicao.org.br
Santuário de Nossa Senhora da Medalha Milagrosa - Uberaba/MG