Missa por Irm Dulce dos Pobres, o

Na próxima terça-feira, dia 13/03/2012, às 18h, será celebrada a Eucaristia em comemoração aos 20 anos de falecimento da Bem-Aventurada Irmã Dulce. A Missa será presidida pelo padre Selmo, na Capela do Hospital São Domingos (Uberaba-MG), e concelebrada por demais padres que se fizerem presentes. Convidem parentes e amigos, em especial profissionais e estudantes da área da saúde.
 
Nesta Campanha da Fraternidade, rezemos por Ir. Dulce e peçamos a Ela a graça de nos dedicarmos aos enfermos com o amor com que ela se dedicou, vendo em cada um deles o próprio Cristo.
 
Eis uma bonita frase dela: “O que fazer para mudar o mundo? Amar. O amor pode sim mudar a realidade”. Para quem começou acolhendo a 70 enfermos num galinheiro improvisado, no fundo de um convento, inspirando a uma Obra (Hospital Santo Antônio, de Salvador) que atende a 5 milhões por ano, nada mal, não?
 
Paz e Bem!
Washington Abadio Silva


“O que fazer para mudar o mundo? Amar.
O amor pode sim mudar a realidade”.
 
“A beleza está nas pessoas, nas plantas, nos bichos, em todas as coisas de Deus. É mais intensa ainda nos olhos de quem consegue ver, acima da simplicidade, a beleza com que ele criou cada pequeno detalhe da vida”.
 
“Precisamos ser evangelho vivo”.

 
“Se amamos a Deus como Ele deve ser amado, então fazemos tudo por Ele, ou seja, por Aquele que é Sua imagem e semelhança: o pobre, o carente, o necessitado”.
 

“O amor não é sentimento, não é emotividade. O amor é fiel, generoso. O amor não é dependência. O amor é reciprocidade. Jesus me dá o pão da vida para distribuí-lo com o irmão”.
 
“A oração é para nossa alma como o ar para o nosso corpo”.
 
“Se imitarmos o exemplo de nossa Mãe do céu, a humildade, a caridade, o silêncio, seremos realmente felizes”!
 
“Diante de sofrimentos, lutas e tribulações, devemos nos guiar pela nossa fé.  Tudo se torna mais fácil, quando se tem fé. Não uma fé oscilante, mas uma fé firme Naquele que tudo pode e tudo nos concede”.
 
“Se fosse preciso, começaria tudo outra vez do mesmo jeito, andando pelo caminho de dificuldades, pois a fé, que nunca me abandona, me dá forças para ir sempre em frente”.


“A sublimidade da nossa vida está na doação total de nosso ser a Deus”!
 
BEATIFICADA 22 MAIO 2011